O cliente sempre tem razão? – Parte I

Uma das máximas de quem trabalha com vendas é de que “o cliente sempre tem razão”. Com medo de perder uma venda potencial para a concorrência (algo agravado nesta época de crise financeira), muitas vezes acabamos por finalizar uma compra que, por mais que pareça um lucro agora, pode trazer problemas no futuro.

Clientes que finalizam uma compra após dar muito trabalho para você e sua equipe trazem a ilusão de que houve algum retorno. Mas se, por exemplo, colocarmos no papel o tempo gasto nesta venda, poderemos perceber que na realidade o resultado foi um prejuízo.

Saber diferenciar uma venda boa de uma venda ruim permite focar em clientes que realmente tragam ganhos para loja. A Paulimar aponta a seguir os tipos mais comuns de “cliente-problema” e como lidar com eles da melhor maneira possível.

01-cliente-tem-sempre-razao

O cliente que sempre quer desconto

Pechinchar é realmente uma arte e programas como “Trato Feito”, são a prova disso. Porém, quando há um excesso de pedidos de descontos em sua loja, isso pode sinalizar que seus clientes não estão reconhecendo o valor das roupas comercializadas.

Este tipo de cliente é um dos mais comuns e um dos que dá mais trabalho, pois fica muito tempo em uma loja e gasta pouco. A recomendação é nunca dar o desconto no primeiro pedido e, sempre que possível, vinculá-lo a uma compra maior.

Muitas vezes, um ótimo atendimento faz com que a pessoa aceite o preço de algum produto e acabe até mesmo gastando mais. Portanto, é essencial que seu time de vendedores esteja muito bem capacitado.

02-tipos-de-clientes

O cliente que já conhece tudo

Aqui temos aquela pessoa que entra em sua loja já sabendo o que existe nela e o que vai comprar. Algumas vezes a pessoa possui mais conhecimento que seus funcionários. Sua postura acaba por intimidar vendedores, o que prejudica o atendimento.

Mais uma vez a capacitação do seu time de vendas pode fazer a diferença aqui, com ênfase em aspectos mais técnicos da venda em si do produto. O funcionário que atende a um cliente destes tem que responder as suas dúvidas e, caso não tenha alguma resposta, saber onde encontrá-las.

03-dicas-para-vendas-varejo

O cliente carente

O extremo oposto do cliente acima, pois não conhece direito o produto que quer comprar e acaba inundando o vendedor de perguntas, muitas vezes usando de “causos” ou exemplos pessoais como dúvidas.

Aqui o segredo é “trazer de volta” a conversa para os produtos e seus benefícios sempre que ela começa ir para a vida pessoal do cliente. Também exige muita paciência por parte do vendedor, que não pode demonstrar que está ficando cansado.

 

Não perca na semana que vem mais tipos de clientes difíceis e maneiras de tratá-los.

(Imagens: Reprodução)

O cliente sempre tem razão? – Parte I

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo